Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5960
Tipo do documento: Dissertação
Título: Posições de sujeito da mulher e do homem em textos de sedução e conquista: Machado De Assis, Playboy e os blogs masculinos
Autor: Alves, Thaise Silva Ferro Gomes 
Primeiro orientador: Souza, Luiz Carlos Martins de
Resumo: Ao longo de dois séculos o papel da mulher na sociedade foi mudando consideravelmente e permanece em mudança até os dias de hoje. No entanto as concepções de mulher como objeto de conquista masculina no século XXI parecem ocupar os mesmos lugares mesmo após os movimentos feministas instaurados no final do século XIX e início do século XX. Com isso, este presente trabalho tem como objetivo geral analisar as posições sujeitos que se entrecruzam em manuais de sedução; como objetivos específicos, observar como as significações dessas posições femininas (re) significam as posições sujeito masculinas e perceber nas significações femininas posições discursivas do sujeito feminino como objeto de conquista desde os movimentos feministas. Desta forma, usamos um recorte histórico que vai desde o século XIX, analisando a obra Queda que as mulheres têm para os tolos de Machado de Assis (1861), matérias que abordam o tema da sedução e conquista publicadas na Revista Playboy da década de 90 e manuais de técnicas de sedução publicados em blogs masculinos (atualidade). Para tanto, utilizou-se dos pressupostos teóricos metodológicos da Análise do Discurso francesa desenvolvidas por Michel Pêcheux. O que permitiu chegar às seguintes conclusões: a conquista é o lugar de disputa em que o sujeito masculino utiliza como espaço de autoafirmação da sua masculinidade; a mulher o objeto utilizado para esse fim, mesmo dada a sua emancipação, as posições sujeito que tendem a ocupar no discurso masculino é de inferioridade; a medida que o homem significa a mulher em seus discurso esse tende a se ressignificar com a imagem que tem do feminino e isso o leva sempre para o distanciamento da mulher, e, finalmente, a reflexão de que conhecer as estruturas que regulam as práticas de submissão e dominação deve possibilitar a desconstrução dos cânones dessa prática e possibilitar a instauração de novos paradigmas para a construção de relações igualitárias entre homens e mulheres.
Abstract: Over the course of two centuries the role of women in society has changed considerably and remains changing to the present day. However, conceptions of women as objects of male conquest in the 21st century seem to occupy the same places even after the feminist movements established in the late nineteenth and early twentieth centuries. With this, this present work has as general objective to analyze the subject positions that intersect in seduction manuals; As specific objectives, to observe how the meanings of these feminine positions (re) mean the masculine subject positions and to perceive in feminine significations discursive positions of the female subject as object of conquest since the feminist movements. In this way, we use a historical clipping that goes since the 19th century, analyzing the work Fall that women have for the fools of Machado de Assis (1861), matters that approach the theme of seduction and conquest published in Playboy magazine of the 90's And manuals of seduction techniques published in masculine blogs (actuality). For this purpose, the theoretical methodological assumptions of the French Discourse Analysis developed by Michel Pêcheux were used. This led to the following conclusions: conquest is the place of contention in which the masculine subject uses as a space for self-affirmation of his masculinity; The woman the object used for this purpose, even given its emancipation, the subject positions that tend to occupy in the male discourse is of inferiority; As the man means the woman in his speech, this tends to resignify itself with the image that it has of the feminine and this always leads to the estrangement of the woman, and, finally, the reflection that to know the structures that regulate the practices of submission and domination must enable the deconstruction of the canons of this practice and enable the establishment of new paradigms for the construction of egalitarian relations between men and women.
Palavras-chave: Análise do Discurso
Michel Pêcheux
Posição sujeito
Feminismo
Masculinidade
Área(s) do CNPq: LINGUÍSTICA, LETRAS E ARTES: LETRAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Letras
Programa: Programa de Pós-graduação em Letras
Citação: ALVES, Thaise Silva Ferro Gomes. Posições de sujeito da mulher e do homem em textos de sedução e conquista: Machado De Assis, Playboy e os blogs masculinos. 2017. 113 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5960
Data de defesa: 25-Abr-2017
Aparece nas coleções:Mestrado em Letras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Thaise S. F. G. Alves.pdf6,45 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons