Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5242
Tipo do documento: Dissertação
Título: A agenda ambiental nas escolas de educação infantil da Rede Municipal de Ensino de Manaus - Am
Autor: Silva, Ádria Marinho da 
Primeiro orientador: Higuchi, Maria Inês Gasparetto
Resumo: O presente estudo teve por objetivo analisar a trajetória de implementação da Agenda Ambiental nas escolas (AAE) de educação infantil da Rede Municipal de Ensino de Manaus – AM, no período de 2013/2014 e como os educadores concebem os pressupostos nela preconizados. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, com a utilização de entrevistas aos gestores e pedagogos e questionários aos professores atuantes em 12 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI‟S) de 6 divisões distritais da zona urbana. Utilizando-se da análise de conteúdo constatou-se que AAE é entendida de forma diferenciada, sendo que a grande maioria dos educadores se reporta a ela como um processo de formação ambiental, e alguns ainda a concebem como formação de hábitos saudáveis ou como simples ações pedagógicas. Uma ínfima parte deles concebe a AAE como um processo de formação crítica plena que deve ser iniciada desde a educação infantil. A aplicabilidade da AAE se mostra associada tanto a esse entendimento quanto sua normatização. Para a maioria dos educadores a AAE se distancia da realidade posta para cada contexto escolar, sendo tal percepção mais contundente entre os professores do que entre os gestores e pedagogos. Isso pode refletir o fato de que a maioria dos professores diz não conhecer com profundidade as diretrizes preconizadas na AAE. Apesar dessas nuances há uma unanimidade no desenvolvimento de ações que julgam estar associadas à AAE, evidenciando um forte caráter intuitivo de aplicabilidade da educação ambiental. Desse modo as práticas se concentram mais em ações pontuais do que um planejamento estratégico que envolva desde o diagnóstico até a efetiva gestão participativa de todos os agentes escolares em prol da formação de uma sociedade sustentável desde a infância. Essas evidências levam à necessidade de uma profunda reflexão para problematizar o conteúdo de diretrizes formuladas e a efetiva ressignificação dada a elas pelos que as executam.
Abstract: This paper has, as its goal, na analisys of the history envolving the establishment of the “Agenda Ambiental”- in a free translation, “Environment Task” – in the schools that are part of the municipal network of education, during the years of 2013 and 2014, and how the professionals involved with the project came up with its concepts. The research used a research method that consisted in conducting interviews with the administrators, the pedagogues and the teachers that work in the twelve “Centro Municipal de Educação Infantil – CMEI”, located in the six districts of the urban zone of Manaus. With the answers given in those interviews, it has possible to conclude that the “Agenda Ambiental na Escola”, known as “AAE” is seen in different ways by the professionals involved, although it was noticed that the majority understand it as process of educating students about the environment. Some see it as teaching healthy habits, while other see the “AAE” as simple pedagogic activities. Only a small percentage of the interviewed professionals saw the “AAE” as a process that should begin during child education, but most of them, especially the teachers, saw it as a subject that was “distant” from the reality of the schools and its students, but that may be a reflection of the fact that most teachers say they do not know the “AAE” and its guidelines in depth, as they know their school environment. In the actions developed as part of the “AAE”, most professional would include activities on intuition, based on their own ideas of what should be applied to the community, instead of analyzing it and establishing a strategy that would involve a complete process, from diagnosis to and effective participation of all school agents in building a sustainable society since childhood. These evidences lead to the need of rethinking the content of the guidelines included in the “AAE”, to make them something more aligned with the ones that had to execute those said guidelines.
Palavras-chave: Agenda Ambiental Escolar
Educação Ambiental
Educação Infanti
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS AGRÁRIAS: RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Ciências Agrárias
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia
Citação: SILVA, Ádria Marinho da. A agenda ambiental nas escolas de educação infantil da Rede Municipal de Ensino de Manaus - Am. 2016. 106 f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5242
Data de defesa: 14-Abr-2016
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Adria Marinho da Silva.pdf2,08 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.