Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4566
Tipo do documento: Dissertação
Título: Os impactos da abertura econômica na Zona Franca de Manaus e o desempenho do setor externo dos pólos eletroeletrônico e de duas rodas no período de 1990 a 2004
Autor: Alves, Marcelo Magaldi 
Primeiro orientador: Valle, Maria Izabel de Medeiros
Resumo: A política brasileira de abertura ao exterior, implementada pelo governo na década de 1990, colocou a produção do Pólo Industrial de Manaus em grande concorrência com similares importados, de preços competitivos e qualidade, gerando assim uma crise na região. Os efeitos da crise foram sentidos tanto pelo comércio, que deixou de atrair turistas de outras regiões do país, como pela indústria que observou uma grande queda no faturamento global. Para superar a crise, o governo tomou uma série de medidas que visaram garantir a permanência do modelo Zona Franca de Manaus, com destaque para a substituição dos índices mínimos de nacionalização pelo processo produtivo básico, criação do EIZOF - Entreposto Internacional da Zona Franca de Manaus e do PEXPAM - Programa de Exportação para a Amazônia. Essas medidas, além de aumentarem o número de trabalhadores do Pólo Industrial de Manaus, continham, no seu bojo, incentivos para ampliar as exportações das empresas instaladas na cidade. Este trabalho apresenta a evolução das exportações das empresas instaladas em Manaus, com destaque para os pólos eletroeletrônico e de duas rodas, responsáveis por grande parte da produção do PIM. O período de análise vai de 1990 até 2004, década marcada por grandes transformações na região. Os efeitos dessas transformações serão analisados por meio de indicadores econômicos e sociais. Observa-se, ao longo do período de análise, um incremento nas exportações das empresas do PIM. Entretanto, a participação das exportações no faturamento das empresas ainda é muito pequena, mantendo a característica inicial do modelo Zona Franca de Manaus de atender, fundamentalmente, o mercado interno brasileiro.
Abstract: The Brazilian politics of opening to the exterior, implemented for the government in 90´s decade, placed the production of the Manaus Industrial Pole in great competition with imported similars, competitive prices and quality, generating a crisis in the region.The effect of the crisis had been felt in such a way by the commerce, that have not attracted tourist of other regions of the country, as for the industry that observed a great fall in the global invoicing. To surpass the crisis, the government took a series of measures that they had aimed at to guarantee the permanence of the Manaus Free Trade Zone model, with prominence for the substitution of the minimum indices of nationalization for basic the productive process, creation of the EIZOF - International Warehouse of Manaus Free Trade Zone and the PEXPAM - Exportation for the Amazon Program. These measures, besides increasing the number of workers of the Manaus Industrial Pole, contained, in its bulge, incentives to extend the exportations of the companies installed in the city. The present work presents exportations evolution of the companies installed in Manaus, with prominence for the eletronic pole and two wheels, responsible the PIM great part of the production. The period of analysis goes from 1990 up to 2004, decade marked for great transformations in the region. The effect of these transformations will be analyzed by means of economic and social pointers. It is observed, to the long one of the period of analysis, an increment in the exportations of the companies of the PIM. However, the participation of the exportations in the invoicing of the companies still is very small, keeping the initial characteristic of the Manaus Free Trade Zone model to take care of, basically, the Brazilian domestic market.
Palavras-chave: Zona Franca de Manaus
Abertura econômica
Crise econômica
Manaus Free Trade Zone
Economics open
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Estudos Sociais
Programa: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional
Citação: ALVES, Marcelo Magaldi. Os impactos da abertura econômica na Zona Franca de Manaus e o desempenho do setor externo dos pólos eletroeletrônico e de duas rodas no período de 1990 a 2004. 2005. 91 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4566
Data de defesa: 15-Dez-2005
Aparece nas coleções:Mestrado em Desenvolvimento Regional

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Marcelo Magaldi Alves.pdfDissertação - Marcelo Magaldi Alves531,72 kBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.