Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3342
Tipo do documento: Dissertação
Título: Estudo fitoquímico e biológico de Unonopsis guatterioides e Unonopsis duckei
Autor: Silva, Felipe Moura Araújo da 
Primeiro orientador: Pinheiro, Maria Lúcia Belém
Primeiro coorientador: Souza, Afonso Duarte Leão de
Resumo: O gênero neotropical Unonopsis, um dos 130 gêneros pertencentes à família Annonaceae, tem se mostrado uma fonte promissora de alcalóides aporfínicos e derivados. A atividade antiprotozoário desta classe de substâncias, principalmente a atividade antileishmania, tem despertado o interesse de diversos grupos de pesquisa ao redor do mundo. No presente trabalho foram realizadas as análises das frações alcaloídicas das folhas, galhos e cascas do tronco de Unonopsis duckei e Unonopsis guatterioides por meio de espectrometria de massas, investigando seu perfil alcaloídico com vistas à obtenção de estruturas promissoras em atividade antileishmania. Através das análises de MSn e LC/APCI/MS das frações alcaloídicas de U. guatterioides foi possível confirmar a presença dos alcalóides anonaina, asimilobina, liriodenina e lisicamina, já reportados na literatura da espécie, identificar pela primeira vez no gênero o alcalóide nornuciferina, além de sugerir a presença de um alcalóide do tipo azafluorenona, previamente reportado na espécie U. lindimanii. A investigação espectrométrica de U. duckei revelou a existência de alcalóides aporfínicos e oxoaporfínicos já reportados no gênero, bem como conduziu ao isolamento do alcalóide aporfínico glaziovina e de uma mistura de glaucina e norglaucina, sendo todos esses alcalóides inéditos no gênero. Foi realizado o isolamento do triterpeno policarpol de ambas as espécies, sendo o melhor rendimento observado em U. duckei. A investigação dos constituintes menos polares de U. guatterioides levou ao isolamento de misturas de sitosterol/estigmasterol. Das frações alcaloídicas de U. duckei e U. guatterioides analisadas, quatro foram consideradas altamente ativas, uma ativa e apenas uma não se apresentou ativa frente a Leishmania amazonensis. Entre as substâncias avaliadas, o alcalóide glaziovina apresentou alta atividade frente a Leishmania amazonensis.
Abstract: The neotropical genus Unonopsis, one among the 130 genera belonging to the Annonaceae family, has been a promising source of aporphine alkaloids and derivatives. The antiprotozoal activity of this class of substances, mainly anti-leishmania activity, has aroused the interest of several research groups around the world. In the present work were carried out the analysis from alkaloidal fractions of the leaves, twigs and barks of the trunk from Unonopsis duckei and Unonopsis guatterioides by mass spectrometry, doing an investigation in the alkaloid profile in order to obtain promising structures with activity against Leishmania. The analysis of MSn and LC/APCI/MS of the alkaloidal fractions of U. guatterioides confirmed the presence of some alkaloids previously reported in the literature such as anonaine, asimilobine, liriodenine and lysicamine. It was possible identify the nornuciferine alkaloid which was characterized for the first time in the Unonopsis genus, and suggest the presence of azafluorenone type alkaloid. The spectrometric investigation of U. duckei revealed the presence of aporphine and oxoaporphine alkaloids which were already reported in this genus, as well as guided the isolation of the proaporphine alkaloid glaziovine and the mixture of glaucine and norglaucine alkaloids. These compounds are inedit in the Unonopsis genus. The triterpene polycarpol was isolated from both species, observed U. duckei like the best yield. In the phytochemical investigation of the apolar extracts of U. guatterioides was possible to identify a mixture of sitosterol/stigmasterol steroids. The biological analyses of U. duckei and U. guatterioides alkaloidal fractions showed that four of them were considered highly active, one of them was moderatly active and only one was not showed active against Leishmania amazonensis. Among the substances evaluated, the alkaloid glaziovine showed the most effective activity against Leishmania amazonensis.
Palavras-chave: Desreplicação
Espectrometria de massas
Alcalóides aporfínicos
Unonopsis
Dereplication
Mass spectrometry
Aporphine alkaloids
Unonopsis
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA: QUÍMICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Ciências Exatas
Programa: Programa de Pós-graduação em Química
Citação: SILVA, Felipe Moura Araújo da. Estudo fitoquímico e biológico de Unonopsis guatterioides e Unonopsis duckei . 2011. 97 f. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3342
Data de defesa: 19-Dez-2011
Aparece nas coleções:Mestrado em Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Felipe Moura Araújo da Silva.pdf3,57 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.