Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/2612
Tipo do documento: Dissertação
Título: A falta de saneamento é o principal responsável pelos índices de Doença de Veiculação Hídrica? Um estudo das populações que habitam as margens de igarapés em Manaus, AM
Autor: Santos, Lucimar Augusto dos 
Primeiro orientador: Waichman, Andrea Viviana
Resumo: A cidade de Manaus, capital do estado do Amazonas, tem sofrido um grande crescimento demográfico nos últimos 30 anos. A expansão da cidade, sem um processo adequado de planejamento, promoveu a ocupação irregular das margens dos igarapés na maior parte das bacias da cidade. Sem infra-estrutura de saneamento adequada, o lançamento contínuo de esgoto e lixo nos igarapés, tem causado sérios impactos nos recursos hídricos, com o aumento dos problemas de saúde pública relacionados às doenças de transmissão hídrica. Melhorias no sistema de abastecimento de água e esgotamento sanitário promovem benefícios para a saúde e diminuem a incidência de doenças de veiculação hídrica. Entretanto, é observado que estas melhorias não são suficientes para promover melhorias significativas na situação de saúde da população. A influência do ambiente físico e das características socioeconômicas pode ajudar a explicar a situação de saúde pública, e contribuir na procura de soluções efetivas. Assim, neste estudo, avaliamos as condições de abastecimento de água, esgotamento sanitário e as condições socioeconômicas da população da bacia do Educandos como fatores determinantes na probabilidade de adquirir doenças de transmissão hídrica, utilizando análise de correspondência, um método de estatística multivariada. Foram combinadas as freqüências observadas das diversas variáveis categóricas analisadas e assim verificado que o número de casos observados de doenças de transmissão hídrica está relacionado principalmente com o nível educacional e a renda familiar, variáveis estas que tem influência por sua vez no comportamento de higiene doméstica e pessoal. Neste sentido, são necessários não só melhorias na infra-estrutura de saneamento, mas também programas de educação sanitária, como peças chave para a melhoria das condições de saúde da população de Manaus.
Palavras-chave: População
Saneamento
Doença
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS AGRÁRIAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Ciências Agrárias
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia
Citação: SANTOS, Lucimar Augusto dos. A falta de saneamento é o principal responsável pelos índices de Doença de Veiculação Hídrica? Um estudo das populações que habitam as margens de igarapés em Manaus, AM. 2006. 104 f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/2612
Data de defesa: 28-Dez-2006
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
_Dissertacao L.pdf11,08 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.