Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4287
Tipo do documento: Dissertação
Título: Territorialidade e condições de vida dos indígenas Cocama da comunidade Nova Esperança de Manaus - AM
Autor: Costa, Roseane Guimarães Cabral 
Primeiro orientador: Sassaki, Yoshiko
Primeiro membro da banca: Sassaki, Yoshiko
Segundo membro da banca: Andrade, João Bosco Ladislau de
Terceiro membro da banca: Fraxe, Therezinha de Jesus Pinto
Resumo: A dissertação aborda o caso específico da Comunidade Nova Esperança do Povo Cocama, constituída por famílias de diversos bairros de Manaus, que consegue manter um laço étnico, apesar do desafio de estarem fora de sua Terra Indígena – TI. Na pesquisa, enfatiza-se o usufruto dos direitos específicos aos povos indígenas, conquistados pelo movimento indígena, pelos membros da referida Comunidade. Os objetivos voltaram-se a analisar a territorialidade e as condições de vida das famílias do povo Cocama em Manaus/ Comunidade Nova Esperança; apontar as atividades realizadas na comunidade Nova Esperança, que contribuem com a sobrevivência econômica e cultural dos Cocama em Manaus; relacionar o acesso e alcance das políticas públicas aos indígenas Cocama no contexto de Manaus; e apresentar como os índios Cocama de Nova Esperança vivenciam sua territorialidade e ethos de sua cultura. Para conduzir a pesquisa, utilizou–se observação, formulário e entrevista. Também se utilizou de dados documentais, legislação indígena, especificamente sobre Assistência Social, Saúde e Educação e dados biográficos que tratam do povo Cocama, completados por observação às reuniões e visitas in loco. A dissertação está estruturada em três capítulos, abrangendo aspectos específicos da presença do povo Cocama antes do processo de colonização no Alto e Médio Solimões até a atual situação de sobrevivência na cidade de Manaus. Assim, no primeiro capítulo, apresentam-se os fundamentos e concepções sobre Territorialidade, Etnicidade e o processo de formação e mobilização do movimento indígena, no contexto de democratização do Estado brasileiro, que possibilitou a garantia de direitos específicos aos povos indígenas. No segundo capítulo, traça-se a trajetória histórica sobre a vida do povo Cocama antes do processo de colonização do território brasileiro pelos europeus, destacando aspectos da cultura. Aborda-se ainda os primeiros contatos e as relações estabelecidas com o colonizador, e as consequências ocasionadas ao povo, inclusive o deslocamento para outros territórios não-indígenas, especificando Manaus e a Comunidade Nova Esperança. No terceiro capítulo, apresentamos as políticas públicas específicas de Assistência Social, atenção à saúde e o direito à educação escolar indígena, frutos das reivindicações do movimento indígena, juntamente com a sociedade civil organizada. Verifica-se quais aspectos dessas políticas os cocama da comunidade Nova Esperança têm acesso, considerando que são aportes para o atendimento dos povos indígenas. Na conclusão, retoma-se os eixos centrais da pesquisa, visando demonstrar que a temática sobre políticas públicas aos povos indígenas continua na pauta das discussões, pois cada aldeia é um universo, cujo caráter universal das políticas não se adequa às necessidades de muitas comunidades, além de se tratar de um processo em construção, que permanece como demanda para o poder público, tanto no que se refere às condições sociais nas TI, quanto nas cidades, conforme foi possível observar na Comunidade Cocama Nova Esperança, durante a pesquisa. Palavras-chave: Povo Cocama, Territorialidade, Condições de vida, Políticas Públicas
Abstract: The dissertation addresses the specific case of New Hope Community Cocama people, made up of families from different neighborhoods of Manaus, who can keep an ethnic tie, despite the challenge of being out of their Indigenous Land - IT. In the research, we emphasize the enjoyment of specific rights for indigenous peoples conquered by the indigenous movement, the members of that community. The objectives turned to examine the territoriality and the living conditions of families Cocama people in Manaus / Community New Hope; point out the activities at the New Hope community, contributing to the economic and cultural survival of Cocama in Manaus; relate access and reach of public policies to Cocama indigenous in the context of Manaus; and present as Cocama Indians of New Hope experience their territoriality and ethos of their culture. To conduct research, we used observation, interview and form. Also used documental data, indigenous legislation, specifically on Social Welfare, Health and Education and biographical data dealing with Cocama people, supplemented by observation meetings and site visits. The dissertation is divided into three chapters, covering specific aspects of the presence of Cocama people before the colonization process in the Upper and Middle Solimões to the current survival situation in the city of Manaus. Thus, in the first chapter, we present the fundamentals and concepts of territoriality, Ethnicity and the process of training and mobilization of the indigenous movement in the context of democratization of the Brazilian State, which enabled the guarantee specific rights to indigenous peoples. The second chapter traces the historical trajectory of the life of Cocama people before the process of colonization of Brazil by Europeans, highlighting aspects of culture. Furthermore, it approaches the first contacts and relationships with the colonizer, and the consequences caused to the people, including the shift to other non-indigenous territories, specifying Manaus and the New Hope Community. In the third chapter, we present the specific public policies of social welfare, health care and the right to indigenous education, fruit of the claims of the indigenous movement, along with civil society organizations. There is which aspects of these policies the New Hope community cocama have access, considering they are contributions to the care of indigenous peoples. In conclusion, taken up the central axes of the research in order to demonstrate that the issue of public policies for indigenous peoples still on the agenda of discussions, as each village is a universe whose universal character of the policies do not suit the needs of many communities, besides it is an ongoing process that remains a demand for the government, both in relation to social conditions in iT, and in the cities, as was observed in the Community Cocama New Hope, during the search.
Palavras-chave: Povo Cocama
Territorialidade
Condições de vida
Políticas públicas
Cocama people
Public policy
Conditions of life
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS HUMANAS: ANTROPOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Ciências Humanas e Letras
Programa: Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia
Citação: COSTA, Roseane Guimarães Cabral. Territorialidade e condições de vida dos indígenas Cocama da comunidade Nova Esperança de Manaus - AM. 2014. 186 f. Dissertação (Mestrado em Sociedade e Cultura na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4287
Data de defesa: 27-Nov-2014
Aparece nas coleções:Mestrado em Sociedade e Cultura na Amazônia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Roseane Guimarães Cabral Costa.pdfDissertação - Roseane Guimarães Cabral Costa.pdf3,4 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.