Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3613
Tipo do documento: Dissertação
Título: Abundância, densidade e efeitos da estrutura da floresta sobre uma comunidade de primatas na fazenda experimental da UFAM, Amazônia Central
Autor: Silva, Lívia Rodrigues da 
Primeiro orientador: Menin, Marcelo
Resumo: Diversos fatores podem influenciar a abundância e densidade de espécies de primatas, principalmente àqueles relacionados à estrutura da floresta, como por exemplo, a disponibilidade de recursos. Este estudo teve como objetivo avaliar a abundância, densidade das espécies de primatas e suas relações com variáveis ambientais e sazonalidade na Fazenda Experimental da UFAM (FAEXP), Amazônia Central. Foram realizados censos diurnos em 27 transectos lineares de um km de extensão cada, entre novembro de 2011 e outubro de 2012. Dados de cinco componentes da estrutura da floresta foram coletados neste estudo: (1) número de árvores, (2) número de palmeiras, (3) abertura do dossel, (4) estratificação vertical e (5) disponibilidade de frutos, mensurados em cinco parcelas de 100 m2 localizadas em cada transecto. Foram identificadas sete espécies de primatas em 189 km percorridos. As estimativas de densidade de grupos da FAEXP foram consideradas intermediárias (4,9 grupos por km2) quando comparadas as áreas já estudadas e relativamente próximas à área de estudo. As taxas de avistamento detectadas no presente estudo foram similares às de outras áreas da Amazônia. Sapajus apella apresentou as maiores taxas de avistamento e densidade. A estrutura da floresta afetou a abundância de duas espécies analisadas, Sapajus apella apresentou relação positiva com disponibilidade de frutos e negativa com número de palmeiras, enquanto Chiropotes chiropotes apresentou relação negativa com estratificação e positiva com número de palmeiras. Não houve variação sazonal na abundância das espécies, sendo marginalmente significativo para Pithecia pithecia. A variabilidade na densidade dos primatas encontrados no local de estudo pode estar associada às características biológicas das espécies, principalmente relacionadas ao uso de recursos alimentares.
Abstract: Several factors may influence the abundance and density of primate species, mainly those related to forest structure, such as the availability of resources. This study aimed to determine the abundance and density of primate species and their relationships with environmental characteristics and seasonality at Fazenda Experimental da UFAM, Central Amazonia. Diurnal censuses were conducted on 27 1-km transects between November 2011 and October 2012. Data from five components of forest structure were collected in this study: (1) number of trees, (2) number of palms, (3) canopy opening, (4) vertical stratification and (5) fruit availability, measured in 5 plots of 100 m2 located in each transect. We detected seven primate species in 189 km traveled. The estimated density of FAEXP groups were considered intermediate (4.9 groups per km2) than the areas studied and relatively close to the study area. Sighting rates observed in the present study were similar to other areas in the Amazon. Sapajus apella showed the highest rates of sighting and density. The forest structure affected the abundance of two species: Sapajus apella showed a positive association with fruit availability and negatively with the number of palm trees, while Chiropotes chiropotes showed negative relationship with stratification and positively with the number of palm trees. There was no seasonal variation in species abundance, and marginally significant for Pithecia pithecia. The variability on the density of primates found at the study site can be linked to the species biological characteristics, mainly related to the use of food resources.
Palavras-chave: Primatas - Habitat
Composição de espécies
Comunidades animais
Estrutura da floresta
Fazenda Experimental da UFAM
Primate species composition
Forest structure
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Ciências Biológicas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Diversidade Biológica
Citação: SILVA, Lívia Rodrigues da. Abundância, densidade e efeitos da estrutura da floresta sobre uma comunidade de primatas na fazenda experimental da UFAM, Amazônia Central. 2013. 57 f. Dissertação (Mestrado em Diversidade Biológica) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3613
Data de defesa: 27-Mar-2013
Aparece nas coleções:Mestrado em Diversidade Biológica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Lívia Rodrigues da Silva.pdfDissertação - Lívia Rodrigues da Silva.pdf829,1 kBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.